O túnel da Transolímpica: Fácil e rápida estabilização usando ancoragens DSI GRP

A nova rota rodoviária da Transolímpica, que está atualmente em construção no Rio de Janeiro, já visando a preparação para os Jogos Olímpicos de 2016 é uma das três rotas de transporte de massa da cidade. Adjacente aos corredores de ônibus haverá duas faixas de pedágio para cada tráfego de veículos. Após a sua conclusão, os 23 quilômetros de comprimento da Transolímpica ligará os bairros de Deodoro à Barra, os dois locais mais importantes para os Jogos Olímpicos de 2016.

Os túneis duplos, que atenderão aos dois sentidos da via, foram projetados e estão sendo construídos na seção oeste da montanha do Engenho Velho e terá a capacidade de absorver 55.000 veículos por dia.

O portal do túnel está localizado em um talude fortemente fissurado e instável que teve que ser exaustivamente estabilizado com antecedência. As medidas necessárias para essa estabilização foram realizadas utilizando, no maciço, ancoragens temporárias e concreto projetado.

Para estabilizar os taludes dos túneis, a DSI Underground Brasil forneceu os tirantes de fibra de vidro (ancoragens GRP) para a obra. O Sistema GRP DSI, caracterizado por sua leveza, pode ser instalado rapidamente e tem uma alta carga elástica. Outra vantagem essencial do sistema GRP é que os tirantes podem ser cortados ou removidos fáceis e rapidamente agilizando o desenvolvimento do túnel.

Para a estabilização rápida e eficiente, a DSI Underground Brasil forneceu os tipos CS-20 e CS-25 DSI.

Consórcio Construtor
Odebrecht S.A., Invepar e Grupo CCR, todos do Brasil
Subcontratados
Toniolo, Busnello e H Miranda Engenharia, todos do Brasil
Projetos
Maffei Engenharia, Brasil

Unidade DSI
DSI Underground Brasil, Brasil
Escopo da DSI
Produção, fornecimento, suporte técnico
Produtos DSI
Sistemas GRP DSI, tipos CS-20 e CS-25
Voltar Mais Projetos
DSI Underground Systems Brasil Indústria e Comércio Ltda.

utilize nosso formulário de contato
envie-nos um e-mail
ou ligue para nós:
+55 31 35420200